Como montar seu calendário menstrual?

Oii Meninas, vim mostrar para vocês como algumas mulheres montam seu calendário menstrual.

Está certo que muitas mulheres conhecem o seu ciclo menstrual e sabem quando estão no período fértil, porém algumas não conseguem identificar e sempre acabam ficando com medo de que possam estar grávidas, mas aqui você irá aprender a como montar o seu calendário  menstrual.

O ideal é que toda mulher marque as suas menstruações, pois se você tiver controle poderão saber quais são os seus períodos férteis e ter a marcação correta do seu fluxo menstrual e ainda irá facilitar a consulta ao seu médico ginecologista, pois com essas informações você conseguirá informá-lo sobre o intervalo, a duração, a quantidade de sangue que você perde durante todos os dias do ciclo menstrual, cólicas menstruais e irregularidades durante a menstruação.

Para fazer o calendário é indicado que você utilize um calendário comum com doze meses e assim poderá fazer as marcações necessárias e registrar tudo no seu calendário menstrual. O ideal é guardá-lo na carteira ou na bolsa. Para fazer as anotações siga as instruções a seguir: use um traço (/) nos dias em que você tiver pouco sangramento no seu ciclo menstrual; Use (X) nos dias de sangramento menstrual vermelho ou normal; Use (*) nos dias de sangramento menstrual muito intenso; Utilize um círculo em volta do dia nos dias em que você estiver com cólicas menstruais; Utilize dois círculos se estiver com cólicas extremamente fortes que prejudicam o seu dia-a-dia e que teve de utilizar medicamentos para amenizar as dores; Já para saber os dias de fertilidade conte a partir da data da data do início de seu último ciclo menstrual, os dias de ovulação e que são os dias férteis podem acontecer entre o décimo segundo dia ao décimo sexto dia. Para marcar os seus dias férteis utilize uma estrela entre esses dias.

calendario

Se tiverem alguma dúvida, deixem nos cometários..

Beijos..

Vejam também: Cólicas menstruais

Cólicas menstruais

Oiii gente, hoje vim tirar algumas duvidas que muita gente tem sobre as cólicas menstruais..

cólica1

Já não basta temos que menstruar todos os meses ainda temos todos os sintomas que a TPM nos traz? Pois é, e depois os homens dizem que aguentam mais que as mulheres. Muitas mulheres têm vários sintomas menstruais e outras nem sequer percebem que está próximo do dia de menstruar. A estatística é de que mais de 50% das mulheres tenham a famosa cólica menstrual que cientificamente é conhecida como dismenorréia. Cada organismo responde de um jeito e a cólica pode ter maior ou menor intensidade. A cólica significa dificuldade no escoamento do fluxo menstrual. Algumas mulheres além de apresentarem as cólicas  apresentam náuseas, mal estar, vômitos, cefaléias, diarréias, desmaios, aumento da mama, dor nas mamas, depressão, dor lombar e etc. A menstruação é uma espécie de limpeza do útero que é preparada durante o ciclo menstrual para o útero se preparar para uma gravidez. O organismo da mulher faz com que elas tenham as cólicas para evitar uma perda excessiva do sangue que é o qual acompanha a limpeza no útero.

A cólica é realizada pela substância prostaglandina que é responsável pela dor. A cólica possui dois grupos: Cólica primária que é uma cólica normal que costuma aparecer logo após ou anteriormente a menstruação e a Cólica Secundária que ocorre por meio de uma alteração do sistema reprodutor que pode causar doenças como miomas, cistos no ovário, câncer no útero e etc. É indicado uma visita ao médico ginecologista mensalmente para verificar tais mudanças e se tudo está ocorrendo tudo muito bem. Por mais que seja ruim é boa, afinal não deixa o útero se contrair e eliminar tudo na menstruação.

Dicas contra a cólica menstrual

  • Exercícios físicos
  • Hábitos alimentares saudáveis como ingestão regular de fibras
  • Bolsa de água quente
  • Massagem
  • Acupuntura
  • Bebidas quentes (chá ou chocolate)
  • Dietas leves

 

 

Anticoncepcional-atenua-cólica-menstrual

 

Se tiverem mais alguma duvida, deixem nos comentários..

Beijos..

 

Vejam Também: Como montar seu calendário menstrual